Como melhorar a sua memorização nos estudos: 3 tipos de memória que irão lhe ajudar.

Em meu trabalho como psicólogo e neuropsicólogo clinico, ouço constantemente os meus clientes reforçando de que não são capazes de memorizarem o conteúdo dos estudos, seja no ensino médio, na faculdade ou mesmo no trabalho, simplesmente se autointitulam incapacitados para essa tarefa.

 

Observando o modo como os clientes se comportam diante das demandas dos estudos, utilizo da psicoeducação para leva-los à percepção dos tipos de comportamentos disfuncionais que os prejudicam, ou seja, não conseguir executar suas provas de maneira efetiva.

 

O meu trabalho basicamente é mudar a cognição (pensamento) de que não são capazes, pois, não estando com seu cérebro diante de algum tipo de anomalia cromossomial ou deficiente intelectual e, mesmo assim se o fosse, seriam capazes de executar de alguma forma vossas atividades e de serem bem sucedidos nos estudos ou na profissão. 

 

Existem basicamente três tipos de memória que nos ajudam para melhorar nossas notas ou simplesmente memorização de qualquer assunto, são as seguintes: memória visual, memória auditiva e memória sinestésica.

 

Para tanto, precisamos exercitar as três formas de memoria citadas, facilitando o processo da memorização nos estudos:

 

Memória visual: essa memória tem a capacidade de ajudar a assimilação dos conteúdos estudados através das imagens, sejam elas imagens da própria matéria ou que equivale a esse estudo, porém para fortalecimento, a correlação entre conteúdos e fatos alheios a ela são interessantes nesse processo.

 

Memória auditiva: muitos acham que somente a leitura seria suficiente para a memorização do conteúdo de matérias, mas se os alunos utilizassem ao reler textos, o comportamento de reler em voz alta, acionariam a memória auditiva. Esse tipo de técnica pode ser mais eficaz após a leitura de pelo menos uma vez em silencio e depois repetir em voz alta.

 

Memória sinestésica: enquanto estudam o conteúdo da matéria em leitura e voz alta, faça movimentos com o corpo, gesticulação com as mãos para que o seu cérebro acione este terceiro tipo de memória.

 

Entre outras sugestões, explicar o conteúdo da matéria para outra pessoa ajuda muito na neurocognição e na fixação do conteúdo na memória de longo prazo.

 

Bons estudos

 

João Francisco Giélamo

Neuropsicólogo Clínico

CRP 06/102566

 

#Mairinque #ABA #analisedocomportamento 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

Suicídio: Como ocorre e a sua prevenção.

April 24, 2019

1/4
Please reload

Recent Posts

February 18, 2019

Please reload

Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic